Rede ObservaRH - Observatório RH da UFRN

01 de maio de 2017

Acontece em Natal o 1º Simpósio Internacional Trabalho e Educação na Saúde

Integrando a atividade pré-congresso do III Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, o 1º Simpósio Internacional Trabalho e Educação na Saúde ocorreu durante toda a segunda feira, 01 de maio de 2017, no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O simpósio teve em sua mesa de abertura a coordenadora do GT Trabalho e Educação na Saúde da ABRASCO, Isabela Cardoso (ISC/UFBA), Cipriano Maia, Presidente do III Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, Gastão Wagner, presidente da ABRASCO, Mônica Padilla, coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas em Saúde da OPAS/OMS, Maria Guadalupe Medina, membro do Comitê Coordenador da Rede de Pesquisa em Atenção Primária à Saúde (ABRASCO), Ana Paula de Campos Schiavone, diretora do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde do Ministério da Saúde e Janete Lima de Castro, coordenadora do Observatório de Recursos Humanos em Saúde da UFRN. A programação foi organizada em quatro Mesas Temáticas:

Na Mesa Emprego em saúde e desenvolvimento econômico, sob a coordenação de Mario Dal Paz (IMS/UERJ), os expositores: Mônica Padilla (OPAS/OMS) e Edson Correia Araújo (Banco Mundial) destacaram a escassez global da força de trabalho e a relação entre emprego e desenvolvimento econômico como obstáculos a garantia do compromisso de acesso universal aos serviços de saúde.

Na MesaTrabalho, Regulação e redes no Brasil, sob a coordenação de Tânia Celeste (FIOCRUZ), a expositora Maria Helena Machado (ENSP/FIOCRUZ), destacou o tema “Trabalho e Regulação Profissional em Saúde”. As pesquisadoras Ana Paula Chancharulo Pereira (DMP/FMUSP) e Liza Yurie Teruya Uchimura (DMP/FMUSP), apresentaram resultados da pesquisa sobre Política, Planejamento e Gestão das Regiões e Redes de Atenção à Saúde no Brasil.

A terceira mesa do dia tratou da temática Força de Trabalho em Saúde no Brasil. Teve coordenação de Janete Castro (ObservatórioRH/UFRN) e expositores Celia Regina Pierantoni (IMS/UERJ), Marina Peduzzi (USP), Allan Claudius Queiroz Barbosa (UFMG) e Haroldo Pontes (CONASS). Os expositores destacaram temas como planejamento e gestão das redes de atenção à saúde no Brasil; mudanças no mundo do trabalho e as repercussões do trabalho em saúde, tendo como desafio o fortalecimento de parcerias entre trabalhadores, gestores e usuários; incorporação de tecnologias pelas necessidades do serviço, avanços do Sistema Único de Saúde e desafios da gestão do trabalho.

Na quarta mesa, o tema central foi "Agenda de Pesquisa sobre Trabalho e Educação na Saúde”. A coordenadora Mônica Padilla (OPAS/OMS) e os expositores Félix Rígoli (ISAGS/UNASUR), Carlos Rosales (OPAS/OMS) e Isabela Cardoso (ISC/UFBA) discutiram sobre o uso do conhecimento em Recursos Humanos para os Sistemas Universais de Saúde; os desafios da gestão do conhecimento no campo dos Recursos Humanos em Saúde; estratégias para a produção de conhecimento a partir da identificação de temas prioritários na perspectiva de uma agenda mínima compartilhada para os novos contextos.